Make your own free website on Tripod.com
XV Copa do Mundo da FIFA - 1994
Leonardo
Home

leonardo_19980610_gh_l.jpg

Leonardo Nascimento de Araújo (Niterói, 5 de setembro de 1969) é um ex-futebolista e atual técnico brasileiro. Atualmente, treina o Milan.

Começou sua carreira como lateral-esquerdo no Flamengo em 1987, mas depois passou a atuar como meio-campista. Entre outros clubes, teve passagens destacáveis pelo São Paulo, Valencia, Paris Saint-Germain e Milan.

Leonardo foi formado nas divisões de base do Flamengo e, em 1987, quando tinha apenas 17 anos, foi lançado no time principal durante a Copa União.

Jogando ao lado de velhos ídolos rubro-negros como Zico, Leandro e Andrade, Leonardo juntou-se à nova safra de craques da Gávea, que incluíam nomes como Jorginho, Bebeto e Zinho.

Leonardo deixou o rubro-negro logo após a conquista da Copa do Brasil de 1990, quando transferiu-se para o São Paulo.

Sob o comando de Telê Santana, fez parte do chamado Esquadrão tricolor, time campeão brasileiro de 1991, que contava ainda com as presenças de Raí, Cafu e Müller.

Então, no final de 1991, Leonardo fez sua primeira transferência para o futebol europeu, assinando contrato com o Valencia. Ficou somente duas temporadas no clube espanhol e retornou ao Brasil, quando, novamente, tornou a vestir a camisa o São Paulo.

Esta sua segunda passagem pelo tricolor do Morumbi foi bastante curta, no entanto, durou o suficiente para que acumulasse títulos importantes como o Mundial Interclubes de 1993.

Após a Copa do Mundo de 1994, Leonardo foi jogar no Japão, na recém-formada J-League. Defendendo o time do Kashima Antlers, Leonardo teve nova oportunidade de atuar ao lado de seu grande ídolo e amigo: Zico.

Em 1996, o jogador trocou o Japão pela Europa, desta vez, assinando com o Paris Saint-Germain, da França. Um ano mais tarde, porém, acabou se transferindo para o todo poderoso Milan, aonde permaneceu pelas quatro temporadas seguintes.

Leonardo deixou o Milan em 2001, retornando ao Brasil para jogar no São Paulo. Contudo, em decorrência de uma série de contusões, o jogador acabou participando de poucos jogos.

Já em fim de carreira, Leonardo acabou se transferindo para o Flamengo, onde teve poucas, mas boas atuações. Permaneceu durante apenas seis meses no clube carioca, atuando apenas pelo Campeonato Carioca.

Então, quando surgiram rumores sobre sua possível aposentadoria, o jogador foi convidado a retornar para o Milan. Aceitou o convite e, após disputar uma partida pela Serie A 2002/2003, anunciou oficialmente o fim de sua carreira, ao fim da temporada 2002/2003.

Na Copa do Mundo de 1994, Leonardo teve a chance de iniciar como titular da lateral-esquerda na seleção brasileira, deixando o experiente Branco no banco.

O tetracampeonato foi um dos momentos mais inesquecíveis na carreira de Léo, embora tenha realizado seu último jogo nas oitavas de final, quando foi expulso após uma cotovelada no jogador Tob Ramos, dos Estados Unidos.

Voltou a conquistar títulos com a seleção em 1997, quando o Brasil foi campeão da Copa América e da Copa das Confederações. Um ano depois, integrou a equipe brasileira, vice-campeã na Copa do Mundo 1998, realizada na França.

Sua última partida pela seleção brasileira aconteceu em 2001, durante as eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2002.

Desde 2002, Leonardo passou a trabalhar em diversas funções no Milan, dedicando-se com programas de assistencialismo social na Fundação Gol de Letra e na Fondazione Milan. Entre 2003 e 2009, também ocupou o cargo de dirigente e consultor de mercado do clube italiano, tendo sido o responsável direto pela contratação de Kaká, Pato e Thiago Silva.

Na Copa do Mundo de 2006, trabalhou como comentarista esportivo no programa Match of the Day, da rede de tv britânica BBC.

Em Junho de 2009, Leonardo deixou o cargo de dirigente do Milan e foi anunciado oficialmente como técnico do clube milanês.

volta à página inicial