Make your own free website on Tripod.com
XV Copa do Mundo da FIFA - 1994
Oleg Salenko
Home

1ae67259181258614277.jpg

 

Oleg Anatolyevich Salenko ou Oleh Anatoliyovych Salenko - respectivamente, em russo, Олег Анатольевич Саленко e, em ucraniano, ''Олег Анатолійович Саленко (Leningrado, atual São Petersburgo, 25 de Outubro de 1969) - é um ex-futebolista e treinador de futebol russo de origem ucraniana.

Debutou em 1986, no então Zenit Leningrado. Depois de uma passagem pelo Dínamo Kiev, onde foi campeão soviético em 1990, continuou a carreira no futebol espanhol. Defendeu primeiro as cores do Logroñés, em 1992, e, mais tarde, passou pelo Valencia, em 1994.

Chegou a jogar nas divisões de base da Seleção Soviética, tendo sido artilheiro do Campeonato Mundial de Futebol Sub-20 de 1989. Com o fim da União Soviética em 1991, inicialmente defendeu, já no ano seguinte, a Ucrânia. Entretanto, ainda em 1992, passou a defender a terra de nascimento.

Realizou uma esplêndida campanha na Copa de 1994, nos Estados Unidos. Foi o grande destaque da Seleção Russa, que no entanto, não passou da primeira fase. Ostenta até hoje o recorde de ser o único futebolista na história das Copas a conseguir marcar cinco gols em uma mesma partida, no jogo em que a Rússia derrotou Camarões por 6 a 1 (neste mesmo jogou ocorreram também outros dois recordes: o camaronês Roger Milla tornou-se o mais velho jogador a disputar uma Copa e também o mais velho a marcar um gol - foi dele o "gol de honra" dos africanos).

Juntando-se estes cinco gols ao gol que ele já havia marcado contra a Suécia, no jogo anterior (derrota de 3x1), Salenko terminou o mundial como artilheiro, ao lado do búlgaro Hristo Stoichkov (que o igualou apenas nas semifinais, de pênalti).

Entretanto, depois do mundial dos EUA, Salenko não foi mais o mesmo, não marcando mais sequer dois gols em uma mesma partida, além de não ter jogado mais pela Rússia. Teve razoáveis médias em dois dos clubes que defenderia após deixar o Valencia, em 1995: no Glasgow Rangers, da Escócia, marcou 7 vezes em 14 partidas (um tento a cada dois jogos) da Liga Escocesa e ainda foi campeão nacional; no modesto Istanbulspor da Turquia, a média foi um pouco maior, com 11 gols em 21 jogos da Liga Turca.

Passou desapercebido por Córdoba (time das divisões inferiores da Espanha) e Pogoń Szczecin (equipe de porte médio da Polônia), onde, em 2001, encerrou prematuramente (e definitivamente) a carreira profissional.

Depois de pendurar as chuteiras, Salenko engatou uma carreira de treinador, e atualmente faz parte da Seleção Russa de Beach-Soccer, juntamente com outros jogadores de sua geração.

volta à página inicial