Make your own free website on Tripod.com
XV Copa do Mundo da FIFA - 1994
Frases sobre a Copa do Mundo de 1994
Home

  • "Sou autêntico, real, claro e difícil!" (Romário tenta definir a sua personalidade, antes do início do Mundial).

  • "O jogo contra o Uruguai vai ser uma guerra. Vim para ganhar. Vou classificar o Brasil para a Copa do Mundo!" (Romário, antes de fazer dois gols e classificar Brasil à Copa do Mundo).

  • "Esqueça o tempo dos outros. Mas daqui para a frente eu quero ter a certeza de que tudo aquilo que você vai fazer é o seu máximo." (Moraci Sant'Anna, preparador físico da seleção, para Romário).

  • "Romário está em boa forma e, pelo que vi, será o jogador mais interessante da Copa." (Giuseppe Signori, italiano, antes do torneio).

  • "Na hora da decisão, minha experiência de duas Copas do Mundo vai pesar." (Branco, herói na vitória contra a Holanda).

  • "Cometi um erro e sou agora um ex-jogador!" (Maradona, sobre a suspensão por ter sido pego no antidoping).

  • "Fazendo gols, vou continuar surdo para o que ele fala de errado." (Carlos Alberto Parreira, sobre os comentários de Romário, que reclamava do esquema tático).

  • "Nós só não fizemos gol porque não fizemos!" (Pelé, sobre o 0 a 0 no intervalo da semifinal entre Brasil e Suécia).

  • "Andaram falando que paguei US$ 1.000 para sair com mulheres aqui. Sou pão-duro. Dou US$ 10 para minha mãe e ela faz uma puta feira." (Viola, rebatendo boatos de que teria pagado por serviços sexuais nos Estados Unidos).

  • "Se soubéssemos que o gol contra provocaria isso, preferiríamos ter perdido aquele jogo!" (Dooley, meia dos Estados Unidos, sobre o assassinato do colombiano Escobar, autor de um gol contra no jogo entre os dois países).

  • "Não errei a cobrança por causa da contusão. Fiz o que sempre faço." (Roberto Baggio, sobre o pênalti perdido na decisão contra o Brasil).

  • "Essa foi a Copa do Romário. Eu disse, eu cumpri. Sou tetra e o melhor do mundo. Eu falo e faço. Disse isso para calar a boca de muitos críticos!" (Romário, eleito o craque da Copa do Mundo de 1994 pela Fifa, desabafa após a conquista do título com a seleção).

  • "Eles estavam muito nervosos. Alegaram que a vistoria iria atrasar ainda mais o desfile. Como eram muitas malas, demoraria mais de duas horas." (Funcionário da Infraero, sobre o imbróglio provocado pelas 17 toneladas de bagagem que a delegação brasileira trouxe dos Estados Unidos).

  • "Senna, aceleramos juntos. O tetra é nosso!" (Faixa exibida pelos campeões).

  • "Agora é fácil ser meu amigo. Queria ver isso há dez anos." (Romário, sobre o assédio após a Copa).

  • "Pode tocar que é nossa! Pode tocar que é brasileira!" (Carlos Alberto Parreira carregando a taça até o gramado).

  • "Fala agora porra!" (Dunga, levantando a taça).

volta à página inicial